Fazer o bem faz bem, a quem faz o bem. Leia opinião do professor Josa – Portal O Farol

Fazer o bem faz bem, a quem faz o bem. Leia opinião do professor Josa

Costumo usar uma frase que me traz satisfação e alegria, qual seja: “fazer o bem faz bem, a quem faz bem”. Estamos chegando o final de mais um ano e o momento é de reflexão sobre o bem que fizemos durante todo esse ano. Mas o que é fazer o bem? “O amor seja sincero. Detestai o mal, apegai-vos ao bem, empenhai-vos em fazer o bem diante de todos”(Rom 12,9-17), assim diz a Bíblia, a santa palavra de Deus. Estejais sempre apegados ao bem, fazendo o bem diante de todos. Quando faço o bem, Deus arranca do meu coração todo egoísmo, toda tendência de ficar fechado em mim mesmo. Quando faço o bem, Deus me abre o coração para o amor verdadeiro e sincero, o amor desinteressado. Independente da qualquer coisa, a gente tem que fazer o bem. E fazer o bem consiste em fazer as coisas de coração, por vontade, por se sentir em paz. Quando fazemos o bem, nos sentimos em paz e felizes, uma felicidade que vem do fundo do nosso ser, com clareza e verdade. Faça o bem ao próximo assim como você gostaria de receber dele a bondade. Eis um dos pilares da verdadeira sabedoria. Cresci ouvindo meus pais dizerem que não devemos fazer aos outros o que não gostaríamos que fizessem conosco. Talvez nessa sentença eles estivessem resumindo não só os atos como também os sentimentos e as palavras. Isso não significa que não tenha errado no trato com as outras pessoas, pois errei até demais. Assim seguindo, estamos fazendo o bem. Todo ato de amor, seja prático ou expressado por alguém em defesa da vida, das boas causas será sempre o bem. Uma ação de bondade faz bem não só apenas à quem faz, mas para quem recebe também. Fazer o bem transforma o mundo, muda as pessoas, traz felicidades, amor e esperança. Fazer o bem é doar um pouco de si, de amor para o outro. Faça todo o bem que você puder, com todos os recursos que você puder, por todos os meios que você puder, em todos os lugares que você puder, em todos os tempos que você puder, para todas as pessoas que você puder, sempre e quando você puder. Siga fazendo o bem. Provavelmente, não te faltarão espinhos e pedras. Pedras, no entanto, servem nas  construções e espinhos lembram rosas. Assim façamos sempre o bem!

 

Prof. Josa, jornalista, radialista e multimídia

Categorias: Cidades,Colunistas,Destaque,Professor Josa