MAÇONARIA; Leia a opinião do professor Josa – Portal O Farol

MAÇONARIA; Leia a opinião do professor Josa

Falar sobre a Maçonaria é dissertar sobre uma das mais belas instituições que a humanidade tem, não só por sua vida histórica, com mais de seis mil anos de existência, mas, sobretudo pela beleza e grandeza de sua doutrina. A expressão MAÇONARIA, diz respeito a MAÇOM, que vem da língua Francesa e que significa PEDREIRO. A maçonaria não é, nunca foi, nem nuca será uma religião, mas abrigará homens de todas as religiões em suas hostes. Na maçonaria jamais um homem ingressará ser não tiver fé em Deus, no Grande Arquiteto do Universo, como chamamos os Maçons, livres e aceitos. “Para fazer parte dela o indivíduo deve crer em Deus e ter uma conduta ética e honesta. Não pode contar o que ocorre nas reuniões e nem se identificar como maçom para as outras pessoas”, afirma o teólogo Inocêncio de Jesus Viegas, assessor do Grande Oriente Brasileiro, uma das potências maçônicas. A maçonaria se apresenta como uma associação de homens sábios e virtuosos que se consideram e se tratam como irmãos em qualquer canto do mundo, buscando viver em igualdade, intimamente unidos por laços de recíproca estima, confiança e amizade, buscando a prática da virtude, dentro de um sistema moral, velado por símbolos e alegorias. A maçonaria não é secreta como dizem por ai, pois se assim fosse, não teria um templo localizado em uma cidade, com endereço fixo e reuniões semanais, mas ela é discreta. O Maçom aprende em sua iniciação a ser discreto, sendo a maçonaria uma escola de busca da moral, do aperfeiçoamento humano e espiritual.

Pode-se dizer que a Maçonaria é composta basicamente de três elementos: O Iniciático; o Fraternal e o Humano. Nos dois primeiros elementos, ou seja, no Iniciático e no Fraternal reside a essência do espírito maçônico. A Ordem é a mesma, sempre e em qualquer lugar do mundo, bela por sua doutrina e irmandade. Na maçonaria é proibido discutir matéria política ou religiosa. A ordem maçônica recebe profanos, quaisquer que sejam suas opiniões ou posições políticas ou religiosa, desde que sejam livres e de bons costumes. Na maçonaria se busca combater a ignorância, construindo templos a virtude. Para ingressar na maçonaria, o profano precisa ser indicado por um mestre Maçom e depois de um tempo, será ou não iniciado, através de um cerimonial belíssimo realizado pela loja maçônica a qual foi indicado.

 

Professor Josa, professor, jornalista e multimídia

Categorias: Cidades,Colunistas,Destaque,Professor Josa

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal O Farol não publicará os comentários dos leitores.
O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.